Antes de Carolina, tem Ruth, Auta e Maria!

Texto de Joaquim Maria Botelho

A série “Segunda chamada” transmitida pela TV globo errou ao  afirmar que Carolina foi a primeira escritora negra a publicar um livro no Brasil. Antes da brava Carolina, tem Ruth Guimarães,  Auta de Souza e Maria Firmina dos Reis.

Continue lendo “Antes de Carolina, tem Ruth, Auta e Maria!”

Monteiro Lobato e reflexões sobre o futuro do Vale do Paraíba

No texto, o historiador Diego Amaro de Almeida apresenta como Lobato não conseguia enxergar muito além do desastre econômico que ocorreu no Vale do Paraíba e colocou o caipira na condição de espera de um futuro que talvez não existisse mais.

O material faz parte da primeira coletânea do Instituto de Estudos Valeparaibanos (IEV), lançada em julho deste ano.

Continue lendo “Monteiro Lobato e reflexões sobre o futuro do Vale do Paraíba”

Casalua na FLIC!

Todos os anos nós participamos da FLIC | Feira Literária de Cruzeiro. O evento acontece no Museu Major Novaes, que por sinal está incrível, movimentado e cada vez mais acessível. Trabalho incansável e fantástico da diretora/ historiadora Claudia Ribeiro.

Um orgulho grande da nossa cidade menina!

Nossas singelas contribuições na programação: algumas conversas mediadas pela nossa editora cruzeirense, Mariana Bastos. 

Continue lendo “Casalua na FLIC!”

Niemeyer, Burle Marx, Menescal e Di Cavalcanti em Guaratinguetá!

Obra reúne fotografias e informações históricas sobre o bairro Clube dos 500 e os grandes nomes que passaram por ele!

A obra “No meio do caminho, Clube dos 500!” é fruto de pesquisas da autoraAna Cristina Canettieri , que contextualiza a fundação do bairro em um importante momento da arquitetura moderna brasileira. Reunindo informações obtidas por meio de relatos, pesquisas e visitas a museus e bibliotecas, a autora traz para o leitor a história da construção do Clube dos 500 e de seu fundador – o influente empresário e banqueiro Orozimbo Octavio Roxo Loureiro.

Continue lendo “Niemeyer, Burle Marx, Menescal e Di Cavalcanti em Guaratinguetá!”